7 erros que você não pode cometer na sua estrutura de parede no Drywall

Você sabia que no mundo da construção a seco há diversos erros que muitas vezes passam despercebidos, principalmente por pessoas que não possuem experiência ou ideia de como a estrutura do drywall se comporta para que o trabalho seja de qualidade?

Você sabia que no mundo da construção a seco há diversos erros que muitas vezes passam despercebidos, principalmente por pessoas que não possuem experiência ou ideia de como a estrutura do drywall se comporta para que o trabalho seja de qualidade?

Nesse artigo nós iremos te mostrar o que “fazer e não fazer” na hora da montagem das suas paredes de drywall, trazendo os 7 erros mais frequentes para ajudá-lo a evitar as dores de cabeça que uma obra mal executada pode ter.

ERRO 1 – Vão de porta sem guia de piso virada

Com o projeto da estrutura do drywall, na hora de dimensionar o vão de porta, a guia de piso precisa possuir uma virada de 20 cm no montante do vão da porta, senão a porta ficará com uma base frágil e estará sujeita a vibrações.

ERRO 2 – Falta de folga de 1 cm no montante

guia superior drywall

Na hora da montagem, o montante deve ficar encostado na guia de piso e possuir uma folga de pelo menos 1 cm da guia superior, pois esse espaçamento fará com que a parede se ajuste a qualquer variação na laje sem que apareçam trincas posteriores na parede pronta. 

ERRO 3 – Falta de virada na guia superior do vão de porta

guia cortada drywall porta

O vão na parte de cima da porta é feito com uma guia, que deve ser fixada na face do montante da porta na estrutura do drywall com pelo ao menos 4 parafusos de cada lado de forma descasada.

ERRO 4 – Falta de montante duplo ou madeira no vão de porta

Independente de qual sistema você vai usar para fixar sua porta, sempre use um montante encaixado no outro (como um quadrado) pois este é um local que ter muita solicitação, como abrir e fechar a porta. A escolha de qual solução que você irá usar para fixar a porta também tem cuidados:

montante duplo drywall

Fixação com espuma de poliuretano: usar montante duplo e deixe 1 cm de folga de cada lado para a espuma entrar;
Fixação com parafuso: usar montante duplo com tacos de madeira tratada dentro do montante, conforme desenho abaixo deixando no máximo 0,5 cm de folga

[icon name=”exclamation-triangle” prefix=”fas”] ATENÇÃO: sempre confira o tamanho da porta para deixar o vão correto. Registre sempre essa informação para não ter dúvidas!

ERRO 5 – Furos dos montantes sem alinhamento

furos de serviço drywall

Se você não colocar os furos de serviço alinhados (que são os furos que já vêm nos montantes, para passagem de tubulações e fiações), na hora de passar as instalações, como tubos de água ou conduítes pela estrutura do drywall, eles poderão não passar corretamente. Nesse caso você precisará abrir mais furos ou escolher ficar com tudo torto.

ERRO 6 – Boca dos montantes sem estar alinhadas

O sentido dos montantes é super importante! Sem esse alinhamento na hora do plaqueamento, o montante poderá acabar entortando e a parede ficará com uma “barriga” que não será possível consertar.

ERRO 7 – Não colocar o montante complementar no encontro das paredes

No encontro da estrutura de uma parede com a outra é preciso que haja um montante para amarrá-las, pois ele evitará possíveis trincas na quina da parede depois de pronta.

compartilhe